Neuroarquitetura e Design Biofílico Aplicados ao Espaço de Contact Center

Autores

  • Rosa Rosa Centro Universitário Planalto do Distrito Federal

Palavras-chave:

Contact Center. Neuroarquitetura. Cérebro. Conforto. Estímulo.

Resumo

A pesquisa consiste na aplicação da neuroarquitetura e design biofílico a uma proposta projetual contemporânea de ambiente corporativo para os colaboradores de um contact center na Região Administrativa de Ceilândia de Brasília/DF. Busca-se compreender como a arquitetura pode criar ambientes capazes de impactar e estimular positivamente a vida das pessoas, promovendo-lhes bem-estar e conforto. Entre os objetivos estão: a) conceituação da neurociência aplicada à arquitetura (neuroarquitetura); b) abordagem da biofilia, seu design e suas cores; c) estudo de caso (contact center e coworking); d) apresentação dos estudos urbanos; e) desenvolvimento de proposta projetual para contact center. O método utilizado foi a pesquisa bibliográfica em livros, estudo de caso, artigos, teses, dissertações, anais e revistas. Também fazem parte desse conteúdo informações absorvidas de documentários, vídeos, conferências, palestras e cursos. Apesar de pouco divulgada no Brasil, a neurociência quando aplicada ao ambiente corporativo, seja através da biofilia e seu design, seja através das cores, influencia o cérebro, a ponto de mudar o comportamento do indivíduo, podendo acarretar benefícios ou malefícios a ele.

Publicado

2020-02-13

Edição

Seção

Dossiê