Observação filosófica sobre a linguagem

Autores

  • Rener Olegário Lopes FASEM

Palavras-chave:

Filosofia, Linguagem

Resumo

A maior imponência das inúmeras qualidades humanas sobre todos os demais seres é a comunicação; aquela que participa de modo singular de todas as sensações, conhecimentos e demais expressões do homem para com outro ser. Destarte, a citação seguinte demonstra a linguagem como a fundamentação estruturada da comunicação humana. “A comunicação é um “sinônimo de “coexistência” ou de “vida com os outros” e indica o conjunto dos modos específicos que a coexistência humana pode assumir, contanto que se trate de modos “humanos”, isto é, nos quais reste certa possibilidade de participação e de compreensão.” (ABBAGNANO, 2000, p.161) O papel da Filosofia na Linguagem é o de questionar a utilidade e significação da linguagem como algo próprio do ser humano. Signos, símbolos, sinais, sua origem, análises, uso de forma filosófica e sistemática, diante de todo seu desdobramento na história da humanidade. A linguagem seria, então, o fenômeno de comunicação necessário para o ser humano, como forma de compreensão e conversão de significados. A amplitude da comunicação se estende a todos os seres, porém, a linguagem seria a estruturação nítida e própria do ser humano, debatida também pela Filosofia.

Publicado

2015-10-30

Edição

Seção

Dossiê