O USO DE ANTIMICROBIANOS NO ÂMBITO HOSPITALAR E AS ATRIBUIÇÕES DO FARMACÊUTICO NA COMISSÃO DE CONTROLE DE INFEÇCÃO HOSPITALAR (CCIH)

Autores

  • Douglas Vaz Vasconcelos
  • Thais Borges de Oliveira
  • Laís Lima Nabuco Araújo

Palavras-chave:

Antimicrobianos, Infecções hospitalares, CCIH

Resumo

O alto consumo de antimicrobianos na sociedade, leva ao aumento da resistência bacteriana. As infecções hospitalares são complicações relacionadas à assistência à saúde e se constituem na principal causa de morbidade e mortalidade hospitalar. É necessária a compreensão de que a prevenção e o controle das infecções hospitalares estão relacionados à existência de um órgão prescritivo e normativo, denominado Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH), e também, na construção conjunta de um trabalho, no qual cada profissional da área da saúde entenda que este problema é coletivo. É preciso que haja a participação efetiva dos profissionais da área da saúde nas ações de prevenção e controle das infecções hospitalares, na direção da redução das resistências bacterianas, e na garantia do ambiente seguro e adequado. A revisão de literatura muito contribuirá para a discussão de toda a problemática que envolve o uso irracional de antibióticos, e o consequente desenvolvimento de resistências bacterianas. Também o surgimento de infecções hospitalares consideradas um problema de saúde pública e a demanda de utilização de antimicrobianos para o tratamento destas irão demonstrar a importância de se ter nos ambientes hospitalares uma Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH), demonstrando nesse contexto o papel do farmacêutico.

Publicado

2016-05-25

Como Citar

VasconcelosD. V., de OliveiraT. B., & AraújoL. L. N. (2016). O USO DE ANTIMICROBIANOS NO ÂMBITO HOSPITALAR E AS ATRIBUIÇÕES DO FARMACÊUTICO NA COMISSÃO DE CONTROLE DE INFEÇCÃO HOSPITALAR (CCIH). Revista Eletrônica De Ciências Humanas, Saúde E Tecnologia, 4(2), 48-62. Recuperado de https://revista.fasem.edu.br/index.php/fasem/article/view/87

Edição

Seção

Dossiê